⬇️ CURSO SOLDA INDUSTRIAL (ONLINE), com certificado, sem mensalidades e início imediato
 
CURSO SOLDA INDUSTRIAL


CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:


1: Soldagem básica
Metalurgia da Soldagem
Soldabilidade
Procedimentos de Soldagem
Qualificação de Procedimentos
Conteúdo 2: Eletrodos inoxidáveis
Cálculo de ferrita
Diagrama de Long
Armazenagem de eletrodos inoxidáveis em embalagens abertas
Soldagem de aços inoxidáveis com eletrodos revestidos
Preparação de biséis
Soldagem de aços inoxidáveis
Regras gerais e recomendações
Revestimento com aço inoxidável
Preparação de biséis
Regras e procedimentos para a soldagem de aços com revestimento inoxidável
Tratamentos pós-soldagem de aços inoxidáveis
Aços inoxidáveis resistentes ao calor
Aços inoxidáveis ao cromo
Aços inoxidáveis ao cromo-níquel
Eletrodos
Conteúdo 3: Eletrodos revestidos
Soldagem a arco elétrico com eletrodos revestidos
Eletrodos revestidos para a soldagem de aços carbono
Eletrodos revestidos para a soldagem de aços de baixa liga
Armazenagem, tratamento e manuseio
Equipamentos
Conteúdo 4: Arco submerso
Descrição geral da soldagem por arco submerso
Seleção do arame e do fluxo
Projeto e preparação da junta
Soldagem
Conteúdo 5: Soldagem de tubulações
Fabricação de dutos terrestres
Fabricação de dutos submarinos
Tubos API 5L
Qualificação de procedimentos de soldagem
Soldagem
Eletrodos celulósicos OK Pipeweld
Eletrodos básicos OK
Técnicas de soldagem e práticas operacionais
Defeitos: causas e soluções
Soldagem automática de tubulações
Conteúdo 6: Soldagem MIG/MAG
Modos de transferência de metal
Equipamentos
Suprimento de energia
Gases de proteção
Arames
Segurança
Técnicas e parâmetros de soldagem
Condições de soldagem
Defeitos de solda e suas causas e soluções
Soldagem MIG/MAG pontual
Conteúdo 7: Arames tubulares
O processo de fabricação dos arames tubulares OK
O processo de soldagem com arames tubulares OK
Modos de transferência do metal de solda
Aplicações de robótica
Qualidade do metal de solda
Técnicas de soldagem
Defeitos na soldagem e causas e soluções
Dados práticos de soldagem
Especificações ASME/AWS
Conteúdo 8: Solda por resistência
Processo
Esfriamento do ponto de solda
Circuitos derivados
Corrente de solda
Pressão dos eletrodos
Exemplos de processos de solda
Solda de tubos
Sequência de operação
Solda por costura
Solda topo a topo
Solda a topo por faíscamento
Condições de solda dos principais metais
Testes de solda
Regime de trabalho
Instalação de máquina
Sequência de funcionamento
Descrição geral e manutenção
Tiristores e seu funcionamento
Máquinas de acionamento pneumático
Circuito de refrigeração
Comandos eletrônicos
Funcionamento
Eletrodos
Tabela para diâmetro e raio dos eletrodos conf. Espessura da chapa
Solda a topo à topo por resistência
Solda a topo por resistência pura
Solda à topo por faíscamento direto
Solda à topo (Parâmetros)
Manual de instrução para localização de defeitos de solda
Tabelas de solda a ponto
Tabelas de solda por costura
Tabela de solda para projeção
Tabela de solda de arame cruzado 1010 - 1020
Demonstrativo de teste para solda a ponto
Tabela de solda para porcas sextavadas
Conteúdo 9: Treinamento geral em soldagem
O processo de soldagem com Arames Tubulares
Condições operacionais
Gases de proteção
Soldagem MIG/MAG
Vantagens
Materiais ferrosos
Arames de aço carbono
Arames de aço inoxidável
Materiais não ferrosos
O alumínio e suas ligas
Processo de soldagem TIG - GTAW
Processos Plasma
Soldagem a arco elétrico com eletrodos revestidos
Conteúdo 10: Gases de proteção para solda
Gases de proteção para soldagem
Física do arco
Processo TIG (GTAW)
Escolha do gás de proteção para vários metais base e suas ligas
Gases ativos oxidantes
Processo MIG (GMAW)
Escolha do gás de proteção para os diferentes metais
Processo plasma (PAW)
Escolha do gás de proteção para os diferentes metais base
Processo corte a plasma
Escolha do gás de plasma para os diferentes metais base
Proteção da raiz
Conteúdo 11: Soldagem de aço inox
Os aços inoxidáveis
Guia para escolher o processo de soldagem para uma aplicação
Processos usuais de soldagem de aços inoxidáveis
Soldabilidade dos aços inoxidáveis
Escolha do metal de adição
Conteúdo 12: Soldagem dos metais
Representação esquemática dos principais processos de solda
Soldagem por oxi-gás (solda a gás)
Estação típica de soldagem oxiacetilênica
Esquema da chama oxiacetilênica normal
Regulagem da chama
Técnicas utilizadas para a soldagem a gás
Vantagens no uso do acetileno em relação aos outros gases
Determinação da quantidade de gás em um cilindro
Soldagem aluminotérmica
Representação esquemática de uma soldagem aluminotérmica
Física do arco elétrico
Características térmicas do arco elétrico
Corrente contínua e corrente alternada
Terminologia de soldagem
Soldagem a arco submerso (SAW)
Vantagens e limitações da soldagem a arco submerso
Fluxos
Deposição/penetração
Vantagens e limitações da soldagem a arco submerso
Processo de soldagem TIG (Tungsten Inert Gas) - GTAW
Processo MIG/MAG (Metal Inert Gas/Metal Active Gas)
Princípio do processo MIG/MAG
Soldagem a arco elétrico com eletrodo revestido
Conteúdo 13: Orientações práticas de soldagem em aço inox
Acessórios danificados
Acessórios sugeridos
Práticas de soldagem do aço inox
O perfil do soldador ideal
Atributos desejáveis
Considerações finais
Sugestão para controle de distorções
Técnicas e cuidados gerais para soldagem dos
Aços inoxidáveis austeníticos
Recomendações de limpeza
Técnicas de soldagem e recomendações para uma
Boa soldagem com eletrodo revestido e arame tubular
Técnicas de soldagem e recomendações para uma
Abertura do arco
Reforços de contração
Microfissuras
Boa soldagem com o processo MIG/MAG
Posicionamento da tocha
Técnicas de soldagem e recomendações para uma
Boa soldagem com o processo TIG
Problemas que podem ocorrer com
O processo eletrodo revestido nos aços inoxidáveis
Problemas que podem ocorrer com o processo
MIG/MAG convencional em aço inox
Problemas que podem ocorrer no cabeçote alimentador
De arame em processos MIG/MAG aço inox ou aço carbono
Problemas que podem ocorrer com o processo
MIG arco pulsado
Problemas que podem ocorrer com o processo
MIG/MAG arame tubular em aço inox
Cuidados necessários com o processo TIG em geral
Guia para seleção da corrente de soldagem
Tabela base para regulagem da máquina
Problemas que podem ocorrer com o processo TIG
Principais defeitos e técnicas erradas que são feitas durante a soldagem
Posicionamento de eletrodo em posição plana
Terminologia
Ângulo do Chanfro
Poro
Margem da Solda
Camada
Chanfro
Cobre-junta
Passe em Filetes
Passe Descontínuo
Comprimento do Arco
Contração
Cordão de Solda
Cratera
Diâmetro do Eletrodo
Eletrodo Consumível
Eletrodo Nu
Eletrodo Revestido
Eletrodo não Consumível
Empenamento
Escória
Face de Solda
Filete
Filete de Solda Côncavo
Filete de Solda Convexo 53
Fresta
Garganta
Horizontal (filete)
Inclusão de Escória
Junta
Liga Metálica
Metal de Adição
Metal-base
Mordedura
Nariz (face da raiz)
Penetração da Solda
Perna da Solda
Poça de Fusão
Polaridade Direta (-)
Polaridade Inversa ou Reversa(+)
Pós-aquecimento
Pre-aquecimento
Posicionador
Ponto de Fusão
Raiz da Solda
Reforço da Solda
Revestimento do Eletrodo
Símbolo de Solda
Solda Contínua
Soldagem Manual
Voltagem do Arco (Tensão em operação)
Voltagem em Vazio (Tensão em vazio)
Zona Fundida
Zona Afetada Termicamente (Z.A.T.)
Gabarito
Conteúdo 14: Regras de segurança
Regras de segurança relativas ao local de trabalho
Incêndios e explosões
Ventilação
Cilindros de gás
Regras de segurança relativas ao pessoal
Choques elétricos
Campos elétricos magnéticos
Regras específicas de segurança corporal
Regras para a proteção da visão
Regras para proteção da pele
Regras para a proteção da audição
Regras de segurança relativas aos equipamentos
Procedimentos de pronto socorro e emergência

ATENÇÃO: CONSULTE TABELA DE VALORES E CARGA HORÁRIA COM NOSSOS ATENDENTES.

OBS.: Valores podem sofrer alterações sem aviso prévio.

DÚVIDAS? ENVIE TEXTO "CURSOS" PARA WHATS (69) 3536-6029 OU FALE COM NOSSOS ATENDENTES NAS AGÊNCIAS LOCAIS.