68 visualizações

Audio:

CRÔNICAS DE ALEXANDRE FERNANDES Publicado em: 18/6/2018
  • Categoria: deletada

CRÔNICAS DE ALEXANDRE FERNANDES

A ladainha das copas

 

A copa já iniciou! E os corações das nações mundiais já palpitam em ritmo acelerado na expectativa de quem levará a taça e será conclamado o novo campeão. Uma preparação de jovens talentos e de veteranos que tem o privilégio de participar de mais um grande campeonato.

 

O Brasil mais uma vez defende o seu título de se manter como Penta campeão e tentará a todo custo buscar o título de Hexa campeão com um time apontado pelo técnico Tite como a elite dos jogadores brasileiros. Um escolha através dos seus talentos individuais e que possibilitam a formação de um time capaz de surpreender e resgatar a esperança e alegria de milhões de fãs em todo o globo terrestre.

 

Mas as ladainhas para que todos os santos abençoassem o time da esperança, não se aplicam apenas nos jogadores escolhidos, mas talvez Tite tenha se esquecido de acender uma vela ou escrever um pedido ao santo Expedido, o santo das causas impossíveis, que olhasse para os juízes e jogadores antiprofissionais e conscientizassem que jogo também precisa de ética.

 

O que dizer para jogadores que possivelmente tenham sido recomendados a atacar sem dó ou piedade os profissionais que se destacam no meio de campo e que podem fazer a diferença nos resultados. E diante deste mesmo quadro, o que se pode pensar com relação aos juízes que são escolhidos pelas suas qualidades profissionais e responsabilidade de apitar um grande campeonato com responsabilidade.

 

No jogo entre o Brasil e a Suíça, o empate de 1x1, já nos dá uma primeira impressão do que poderá ser os outros jogos até o final da copa. A questão é: Nesta altura do campeonato, quem tem fé de menos ou “fé+demais”, jogadores ou arbitragem. 

Faça seus comentários sobre está notícia

Últimos comentários

 
 
     
   
     
Publicidade:
© 2013 Atlantis News - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Novos Ventos Sistemas