78 visualizações

Audio:

Crônicas de Alexandre Fernandes Publicado em: 13/6/2018
  • Categoria: CRÔNICAS

Crônicas de Alexandre Fernandes

 

Retórica política e o nariz de Pinóquio

 

Estamos caminhando para as próximas eleições brasileira, uma disputa entre os aspirantes que anseiam a oportunidade de representar uma nação com desejo de mudar todo um sistema político e defendo o cinturão da estabilidade política as velhas raposas que usam o povo para convencer com retóricas palavras e esperança de um país livre de corrupção, violência, descaso na saúde e mais educação para está brava gente brasileira.

 

As mesmas ladainhas para boi dormir, embalados por promessas vazias e verdadeiras utopias de um futuro melhor. Interessante que mesmo diante de tantas vergonhas e críticas populares, pais incentivam filhos a se filiarem e filhos afirmam que entrar na política é seguir o bom exemplos de pais.

 

A retórica é muito bem elaborada, cursos de oratória, comunicação pessoal, etc. Tem até profissionais da comunicação que se beneficiam da sua retórica para ingressar na vida política. Mas como se diz o ditado “Quer conhecer o homem, de poder a ele” e sendo assim, tudo muda quando alcança os seus objetivos.

 

Qual será o tema da retórica para este ano? Será que usaram como fachada eleitoral a experiência da paralisação dos caminhoneiros. – “Prometo dispensar multas, excesso de velocidade, pedágios, aumento de combustível ou teremos os melhores fretes do mundo”. Se continuarem ouvindo que problemas sociais como já havia dito anteriormente nas linhas acima, serão prioridade de governo e que uma nova era iniciará, então precisamos ficar atento que a receita é a mesma.

 

Você já assistiu, leu ou ouvi a história de Pinóquio, personagem criado pelos estúdio Disney no ano de 1940? Como sabemos, Pinóquio era um menino imaginário construído através de artefatos de madeira, que criou vida, e mentia para justificar os seus erros. Belíssima história.

 

Quando pensamos sobre as proposta que iremos ouvir às vésperas e nas proximidades das eleições, é possível anteceder o tema que será utilizado para ludibriar uma sociedade que reclama por dias melhores. Não podemos julgar que todos são farinhas do mesmo saco, mas diante de tantas informações e causos, é mais do que tempo para saber que o futuro não pode estar presente em promessas que não depende apenas da boa vontade. Cara de pau para encenar que tudo mudará a partir da próxima leva de políticos isso podemos ter a certeza que irá acontecer, o que não podemos garantir é que o nariz vai crescer. 

Faça seus comentários sobre está notícia

Últimos comentários

 
 
     
   
     
Publicidade:
© 2013 Atlantis News - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Novos Ventos Sistemas